diario oficial contra cheque gestao fiscal editais licitacoes
legislacao e sic
ouvidoria dados municipio
historico

Nossa História

BOM JESUS DAS SELVAS

Município surgiu na década de 1970, período em que as terras do Maranhão eram exploradas principalmente por forasteiros emigrantes de outras localidades do Brasil.

Nos anos 70, esta região no estado do Maranhão havia muitas terras devolutas; por não existir estradas, a região era de difícil acesso, tornando difícil a sobrevivência nessa região, porém a ganância pela terra trazia famílias das mais diversas regiões do país, causando desentendimento e até brigas.

Tendo em vista que km 100 pertencia ao município de Santa Luzia-MA, o povo elegeu o primeiro vereador Geraldo Antonio de Sousa, o mesmo representava o povoado km 100, no município de Santa Luzia. Depois foram escolhidos dois vereadores para representante o povoado km 100, Luís Sabry Azar e Aldo Pereira da Silva, um era do Partido PFL e o outro do PMDB, respectivamente.

O acesso ao município, era feito através de animais que se valia de uma pequena estrada no meio das matas, que simplesmente desenhava a paisagem do Vale do Pindaré. Os primeiros moradores chegaram em 1970, vindo da região de Imperatriz, sendo que a família já era emigrante de Caxias; aqui chegou o Senhor Neco e toda sua família.

Em 1973, chegaram à segunda família, para trabalhar nas terras do Senhor Neco, ambos da região de Imperatriz – MA. Alguns meses depois, chegou o Pastor Arnaldo, o farmacêutico Senhor Abdias, trazendo o primeiro sinal do comércio regional. Nesse período foi constituído o primeiro barraco do Senhor Edno, barraco que deu origem a Avenida 7 de Setembro e fazendeiros da região não queriam que os moradores construíssem a fim de evitar a povoação, então inicia-se o primeiro conflito da região.

O povoado km 100 tinha como rua principal a Avenida 7 de Setembro, onde situava a estrutura comercial, os ônibus percorriam toda Avenida e tinha como ponto de apoio o Hotel Central, no início da Avenida, os comércios de destaques eram a Casa Simões, Mercadinho Bom Preço e Casa Dois Irmãos que era do ex-vereador Aldo, eleito posteriormente. Nessa época o único meio de comunicação era o transporte, que trazia as cartas e encomendas, as mesmas ficavam na casa do vereador Geraldo Antonio de Sousa; entre outras, a água era a maior dificuldade enfrentava na época.

A primeira comunicação de Bom Jesus das Selvas, era feita por altos falantes, no qual o locutor era João Mendes Sobrinho, que se localizava no Clube de João Sulino em 1978, em seguida veio Apolônio que tinha um sistema de filme, depois veio Rocha com o Cine-Santo.

Em 1983, período que km 100 pertencia ao município de Santa Luzia do Tide, o prefeito da mesma Antônio Braide, construiu a primeira escola, chamada Unidade Integrada de 1º grau Profº Humberto de Campos, situada na Rua das Macieiras. Em 1985 veio o primeiro sistema de televisão que se localizava na Rodominas, no qual os dirigentes eram: Doutor Rubens, Doutor Hélio e Édio, com ajuda da população.

Em 1986 foi inaugurado o primeiro Posto Telefônico em Bom Jesus das Selvas, chamada TELMA, a mesma localizava-se na Rua dos Jambeiros esquina com a Rua Barra do Corda. No ano 2000 foi instalado a rede telefônica residencial, que beneficiou vários comerciantes e usuários da mesma.

Em Junho de 1987, a cidade de Bom Jesus das Selvas foi beneficiada com energia elétrica, pela CEMAR – Companhia Energética do Maranhão. Em 1987 surgiu o segundo sistema de televisão que se localizava na sede, antigo km 100, município de Santa Luzia, que era administrado pelo o Prefeito Antonio Braide, que sintonizava 2 canais de TV, Rede Globo e Bandeirantes. Surgiu Rádios Piratas, como a de Irineu. O primeiro técnico da assistência era o Raimundo Fia nos anos 87 e 90, e depois assumiu o João Batista Araújo de Sousa (Joãozinho Batista) de 1990 a 1994.

O município de Bom Jesus das Selvas foi emancipado em 19 de junho de 1994, no entanto foi elevada a categoria de cidade pela Lei Estadual nº 6.166, somente em 10 de novembro de 1994, ficando subordinada a Comarca de Santa Luzia. Desde então, o município teve um crescimento lento, mas rumo ao progresso, foi marcado pelo descaso e violento compromisso a coisa pública, mesmo assim seu povo é valente, guerreiro sabe lutar e escolher seu destino, a história tem a marca do povo e seus filhos, fortes, trabalhadores conscientes. Nesse mesmo ano, nas eleições para governador estadual, o Padre José de Ribamar Silva Morais Filho, apoiou à candidata para governadora Roseana Sarney, com intuito de conseguir que a mesma o ajudasse com recursos, os quais beneficiariam os moradores com água encanada.

Em 1996, foi realizada a primeira eleição para a escolha do prefeito municipal de Bom Jesus das Selvas, onde os candidatos: Pe. José de Ribamar Silva Moraes Filho e Luís Sabry Azar, concorreram ao cargo político. Vencendo as eleições o Pe. José de Ribamar Silva Moraes Filho e vice o Pastor Pedro Fernandes Silva.

Em 1998, o prefeito Pe. José de Ribamar, colocou calçamento (lajotas) em parte da Rua dos Jambeiros, empregando pessoas para que fizessem os lajotas para o calçamento. Em abril de 1998, tendo em vista que, o Pe. José de Ribamar teve seu mandato cassado, o vice-prefeito Pastor Pedro Fernandes Silva assumiu a prefeitura, no entanto o mesmo também foi cassado, ficando a prefeitura a mercê do presidente da Câmara de Vereadores Marcos David Gomes de Oliveira, até o final do mandato.

Em 1998 com a fundação da Rádio Liberdade FM, com os frutos de uma associação de amigos tendo frente de Cláudio Joel da Silva Côites, que via a rádio como uma forma de integração social em um município que vivia uma difícil fase política administrativa, a Rádio Liberdade FM, chegava às diversas comunidades do município de Bom Jesus das Selvas e também nos interiores dos seguintes municípios: Açailândia, Buriticupu, Bom Jardim e Itinga.

Em 1999, o prefeito Marcos David Gomes de Oliveira asfaltou parte de algumas ruas, como: Rua dos Jambeiros, Rua Icatu, Travessa das Pereiras, Rua Porto Franco, Avenida 7 de Setembro, Avenida JK, Rua das Mangueiras, Rua das Macieiras, Travessa Rio Azul e Travessa São João. Nesse mesmo ano, concorreram ao cargo de prefeito Luís Sabry Azar, Ieda Figueiredo e Ananias Barbosa. Vencendo as eleições Luís Sabry Azar, vice Escineu Carvalhedo Bizerra.

Em 2003, Maria de Sousa Lira, professora, disputou a eleição para prefeita, com o Luís Sabry Azar, candidato a reeleição de Bom Jesus das Selvas. Vencendo as eleições a Maria de Sousa Lira, vice Cláudio Joel da Silva Côites. Na eleição posterior Luís Sabry Azar venceu, assumindo assim a prefeitura municipal.

Em 2012, Cristiane Damião venceu as eleições municipais, tendo como vice Abdala Filho, assumindo assim em janeiro de 2013 a Prefeitura Municipal de Bom Jesus das Selvas - MA.

rodape